Topo
Cidades Mais Inteligentes

Cidades Mais Inteligentes

Categorias

Histórico

Fortaleza conectada: Economia criativa pode ajudar a reduzir desigualdades

Renato de Castro

18/02/2019 04h00

Foto: Prefeitura Municipal de Fortaleza

No vídeo em 360o de hoje vamos juntos até Fortaleza para entender como a prefeitura da cidade está investindo na Economia Criativa como forma de reduzir as diferenças sociais e promover o desenvolvimento econômico de uma das mais importantes cidades do Nordeste.

O Projeto:

A Casa da Cultura Digital de Fortaleza é um ambiente dinâmico e interativo voltado para a difusão, a formação e a criação ligados ao universo de mídias digitais e para abrigar oficinas, cursos, encontros, mostras, maratonas, Olimpíadas, palestras e estimular a criatividade, além de experiências com elementos como jogos e outras atividades da mesma natureza. Tudo oferecido sem custos para os jovens da periferia da cidade.

De fato, a Prefeitura de Fortaleza vem investindo muito na chamada Economia Criativa. Por isso, visitei a cidade a fim de conhecer esse projeto superinteressante e te convido a visitá-lo comigo, assistindo ao vídeo em 360o que gravei com Cláudio Ricardo Gomes de Lima, presidente da Fundação de Ciência, Tecnologia e Inovação de Fortaleza (CITINOVA), no CUCA – Centros Urbanos de Cultura, Arte, Ciência e Esporte. 

 

A ideia é proporcionar a todos uma experiência imersiva completa, por isso, o vídeo foi gravado no formato 360 graus, com tecnologia 3D e áudio espacial, o que significa dizer que você terá a impressão de estar caminhando comigo. O vídeo pode ser assistido diretamente na tela de seu computador ou no seu smartphone.

A princípio, você não precisa ter óculos de realidade virtual (RV) para assisti-lo, basta dar play e girar seu celular durante a execução para ver todos os ângulos, como se estivesse lá comigo. Mas, para ter uma verdadeira experiência imersiva, eu aconselho usar os óculos de RV e um fone de ouvido. Atualmente, já é possível comprar versões bem econômicas desses óculos on-line, por cerca de 30 reais.

O que você acha disso tudo? Deixe abaixo seus comentários e compartilhe conosco sua opinião. Grande abraço e nos vemos na próxima semana.

Sobre o autor

Renato de Castro é expert em Cidades Inteligentes. É embaixador de Smart Cities do TM Fórum de Londres, membro do conselho de administração da ONG Leading Cities de Boston e Volunteer Senior Adviser da ITU, International Telecommunications Union, agência de Telecomunicações das Nações Unidas. Acumulou mais de duas décadas de experiência atuando como executivo global em países da Ásia, Américas e Europa. Fluente em 4 idiomas, é doutorando em direito internacional pela UAB - Universidade Autônoma de Barcelona. Renato já esteve em mais de 30 países, dando palestras sobre cidades inteligentes e colaborando com projetos urbanos. Atualmente, reside em Barcelona onde atua como CEO de uma spinoff de tecnologia para Smart Cities.

Sobre o blog

Mobilidade compartilhada, Inteligência artificial, sensores humanos, internet das coisas, bluetooth mesh, etc. Mas como essa tranqueira toda pode melhorar a vida da gente nas cidades? Em nosso blog vamos discutir sobre as últimas tendências mundiais em soluções urbanas que estão fazendo nossas cidades mais inteligentes.