PUBLICIDADE
Topo

Histórico

Categorias

"Idiotas": prefeitos italianos detonam moradores que não cumprem isolamento

UOL Tecnologia

25/03/2020 04h00

Os prefeitos italianos perderam a paciência com os moradores que se recusam a ficar em casa durante a quarentena imposta no país por causa da epidemia de coronavírus. E os políticos não pouparam vocabulário para demonstrar irritação e dar uma dura nos cidadãos.

"Idiotas irresponsáveis", gritou Massimiliano Presciutti, prefeito de Gualdo Tadino, em um vídeo endereçado aos moradores de sua cidade. "Onde vocês estão indo com esses cachorros com incontinência?… Vocês precisam ficar em casa. Pessoas estão morrendo, vocês não percebem?", disse.

Vincenzo De Luca, presidente da região de Campania, chegou a ameaçar estudantes que pretensamente iriam se reunir para comemorar a formatura. O político afirmou que iria enviar policiais armados com lança-chamas. "Ouvi dizer que alguns estão planejando uma festa de formatura. Iremos enviar a polícia armada e eles estarão com lança-chamas", falou.

Outro prefeito estava irritado com os moradores que contratavam cabeleireiros para irem às suas casas. "Todos esses cabeleireiros que estão indo para sua casa… para que diabos é isso? Quem vai ver você? Se uma pessoa vai na sua casa e vai na minha casa e ela já esteve na casa de outras pessoas cuidando do cabelo delas… Você vai ter coronavírus na sua cabeça ao invés de spray de cabelo", berrava irritado o prefeito de Lucera, Antonio Tutolo.

Giuseppe Falcomatà, prefeito de Reggio Calabria, contou que encontrou um cidadão na rua e passou uma dura. "Eu encontrei uma pessoa que praticava, com alegria, sua corrida, junto com seu cão, visivelmente exausto. Eu disse a ele que isso não é um filme e você não é Will Smith em 'Eu Sou a Lenda'. Por isso, vá para casa agora!"

Gianfilippo Bancheri, prefeito de Delia, tentou argumentar contra o hábito de sair de casa com frequência. "Ouvi dizer que tudo ficará bem, mas como pode ficar bem se continuamos a sair todos os dias para fazer compras, abastecer ou dar uma corrida?"

Outro vídeo mostra o prefeito de Bari, Antonio Decaro, convocando quem encontrava na rua a retornar para casa. "Pessoas estão morrendo, vocês entendem isso? Vocês também vão me deixar doente, com problema de coração", disse.

Um cidadão italiano que mora no Reino Unido compilou esses vídeos e publicou o material com legendas em inglês no perfil @protecttheflames, no Twitter, e logo viralizou. O vídeo já teve mais de 6,8 milhões de visualizações e ganhou uma continuação, com outros prefeitos irritados com os moradores.

A Itália está em quarententa em âmbito nacional desde 9 de março. Apesar dessa e de outras medidas, os números continuam a aumentar: são mais de 54 mil casos confirmados de pessoas com covid-19 e mais de 6.800 mortes.

E no Brasil, como o prefeito da sua cidade está agindo para enfrentar a epidemia? O que as autoridades estão fazendo?

 

Sobre o autor

Renato de Castro é expert em Cidades Inteligentes. É embaixador de Smart Cities do TM Fórum de Londres, membro do conselho de administração da ONG Leading Cities de Boston e Volunteer Senior Adviser da ITU, International Telecommunications Union, agência de Telecomunicações das Nações Unidas. Acumulou mais de duas décadas de experiência atuando como executivo global em países da Ásia, Américas e Europa. Fluente em 4 idiomas, é doutorando em direito internacional pela UAB - Universidade Autônoma de Barcelona. Renato já esteve em mais de 30 países, dando palestras sobre cidades inteligentes e colaborando com projetos urbanos. Atualmente, reside em Barcelona onde atua como CEO de uma spinoff de tecnologia para Smart Cities.

Sobre o blog

Mobilidade compartilhada, Inteligência artificial, sensores humanos, internet das coisas, bluetooth mesh etc. Mas como essa tranqueira toda pode melhorar a vida da gente nas cidades? Em nosso blog vamos discutir sobre as últimas tendências mundiais em soluções urbanas que estão fazendo nossas cidades mais inteligentes.

Cidades Mais Inteligentes